quinta-feira, 11 de junho de 2009

Tamanho é ou não é documento?

Tenho deixado isso as moscas, mas vamos lá. Vamos logo atualizar!



Eu sou uma criaturinha louca. Bem doidinha mesmo.

Mas outra característica marcante é que eu sou muuuito baixinha. Baixinha mesmo! Baixinha até demais. Apenas 1,49,5 (um metro, quarento e nove centímetros e 5 milímetros. Sim, eu tou desesperada).

É, o Dr. Roberval (não gosto de dizer doutor, pra ser doutor tem que ter doutorado, mas talvez ele tenha, então não digo nada), endocrinologista que eu vou, disse que eu tenho a possibilidade de crescer só mais 5 centímetros. 5 CENTÍMETROS!

Sim, eles tentaram me conformar dizendo que tamanho não é documento.
Realmente, tamanho não é documento.
Mas eu queria ser só um pouquinho mais alta.

Não custava só um pouquinho?

Se bem que, nas pessoas pequeninas, é tudo mais bonitinho, porque é tudo pequenino. Mas se eu fosse bonita ajudava. Eu não sou nem bonita, nem alta.

Pelo menos ser alta ou bonita não vai fazer com que eu chegue aonde quero (não irei dizer, mas muita gente já sabe). Ou talvez sim. Mas prefiro ficar com o lado otimista da coisa.

De um jeito ou de outro, eu queria saber porque os seres humanos (inclusive eu) se importam tanto com essa história de altura. As modelos são valorizadas porque são altas e magras (sinônimo de cabideiro). Mas por que razão? POR QUE RAZÃO O SER HUMANO TEM QUE OLHAR MAIS PARA A ALTURA E PARA A BELEZA? Seria muito melhor se as pessoas não olhassem para a aparência. Se procurassem ver o lado bonito de todas as coisas. E eu me incluo na lista dos que precisam ver esse lado.

E ao mesmo tempo sou contraditória. Não acho legal essa coisa de valorizar altura e valorizo.

Mas eu vou tentar mudar. Eu juro. Promise.

Se eu não mudar pode me bater.

Mas não se preocupe, eu vou mudar!

5 comentários:

Di =) disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Bruna disse...

Se isso te consola eu tenho 1,55 >.<
Bruna, 18 anos, 1,55 de altura e gorda :)

Dane-se os padrões, sou mais eu.
(not)

Dina =) disse...

Tinha tentado comentar outro dia mas não tinha dado certo...mas vamos lá!
Não concordo que é feio ser baixinha.
Você é linda assim e se crescer também porque a beleza vai muito além da altura, cor do cabelo, massa corporal... Acho lindo teu jeito de ser! Eu costumo ver a parte espiritual da pessoa e essa é a que me agrada realmente e me conquista.
Existem várias moças teoricamente belas de acordo com os padrões da mídia, contudo, sem caráter.
Minha irmã tem 1.52, 18 anos(não cresce mais) e é linda, linda!
Então é isso...
=)
Ah...depois te conto umas coisitas sobre esse médico. Não gosto dele!

Beijão!

Suzane :D disse...

Cara, nada a ver ser baixinha, a Hayley por exemplo, é DIVA.
Agora, eu também sou baixinha.. Tenho UM E CINQUENTA E TRES. ¬¬'
Só é chato porque as vezes zooam por isso,mas nada a ver, não importa o tamanho do corpo, e sim do espírito! (ý

OAISIAOSIOA'

Lela ;P disse...

Valeu o apoio galeraa!
Vocês são muito gente fina!

To Bruh: oO Gorda? Nada, Bruh!

To Dina: É a Wanaildes? Não sabia que ela era tão baixinha... E me conta tudo sobre aquele médico sem escrúpulos! A gente precisa se ver mais, Dina!

To Suzane: Sim, a Hay é uma diva, apesar de baixinha. As baixinhas vão dominar o mundo!