quinta-feira, 26 de novembro de 2009

Rejected



Foi-se. Simples assim. Foi sem ao menos dizer adeus. Abandonou-me da pior forma possível. Entrou e saiu da minha vida tão repentinamente como um raio. Como se não fosse me marcar para sempre. Sabe, não é fácil esquecer esse tipo de pessoa. Isso nos deixa uma cicatriz.

A pessoa vem. Te faz sorrir como nunca você havia sorrido antes. Te faz pensar como nunca pensou. E aí, você para e vê que não pode mais viver sem aquela pessoa. Que ela faz parte do seu ser. E é justamente nesse momento que essa pessoa se vai. Te larga, te abandona. Ou então te troca.

Como você fica? Como se sente? Suportaria a dor do abandono de alguém que você tanto ama? O que pensaria? Será se ela não me ama mais? Será se não gosta da minha companhia? Tem algo de errado comigo? O que eu fiz dessa vez? O que posso fazer para que ela volte? Ela voltaria? Ainda se importa comigo? POR QUE ESSA PESSOA SE FOI?

E muitas vezes você não pode fazer nada. E é isso que irrita. Você queria muito que aquela pessoa voltasse a ficar perto de você de novo, voltasse a ser sua amiga de novo. Mas lembre-se, NÃO DÁ!

É por isso que ás vezes dá uma vontade de sumir. De largar tudo. Porque não, essa pessoa não vai voltar mais.

Não vai voltar mais.

//daonde que eu tirei inspiração pra isso? O.oo

2 comentários:

juju disse...

ei lela...

para de ler crepusculo, tuh tá dramatizando d+ a vida!!!!
(ps.: issu foi fofo!!!!)

Lela disse...

hushaushuashuasuas'
não vou parar de ler twilight n.
e thx.